Terça-feira, 4 de Outubro de 2005

"A alma da nossa gente" - Augusto Gomes -

Encontro-me deliciada a ler o capítulo da "Linguagem Popular.

De facto, e mais no ínicio das minhas idas à Terceira, não percebia, grande parte das vezes "o calão, as corruptelas e deterpuções" como lhe chama Augusto Gomes. É que de facto os emigrantes trazem vocábulos ingleses americanizados e que vão sendo adulterados e integrados no Português local. Estrangeirismos? Não penso que não. O que é certo é que se ouvem por todo o lado e têm imensa piada, mais ainda quando conseguimos entender de onde provém. Aqui ficam alguns:

ARREMATADA: Mulher metódica, trabalhadora e prendada (Olá Amy)
BOLACHA: Bofetada. Cara de bolacha: indivíduo de rosto pálido e redondo. (Soares)
CAFUGA: Gruta natural. Os povoadores dos Açores viveram em cafugas. (Coimbra VB)
CERRADO: Recinto murado, destinado a cultura. (Jorge o Alvarino controla)
CHINCHINHO: Pequenino, bébé ( Elhias, pronto Cláudia tem lá calma)
DERRIÇAR: Namorar (Nós)
DESCRETO: Inteligente, ajuízado. (Quem???)
EMBEZERRADO: Amuado (Robertoooooooooooo!!!!!)
GAITADA: Gargalhada (Duartinho, até falta o ar. Ai tanta gaitadaria!!)
PISQUINHO: Pedacinho (Bárbara)
SUERA: Deturpação do vocábulo "sueter" - camisola
TAFULHO: Não ter tafulho: não haver possibilidades de concerto (Laranjeira)
publicado por Lucidez MSA às 16:25
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 6 de Outubro de 2005 às 14:18
Depois dessa leitura completa tenta dar tafulho a um escrito utilizando esses vocábulos muito nossos... aposto que vai ficar um texto descreto a jeito de ser lido na "talaveija" (adivinha o que será esta?). BeijinhosBlueyes41
(http://silvarosamaria.blogs.sapo.pt)
(mailto:rosasilva@vodafone.pt)
De Anónimo a 6 de Outubro de 2005 às 11:50
Ai prezada que foi a pequena que escrevinhou iste...!

Tá a modes ó cumaié!!!

Vá dentre, freguês!M
</a>
(mailto:mm@mail.pt)

Comentar post