Quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2005

Reencontro

Num assalto obrigaste-me a soltar amarras. Estonteada, procurei-te entre o irreal e as estrelas. Cresci num estado sólido amargo que cruzei na viagem que obriga a ocasião.
Entre um espaço que se cruza na lucidez a um dia, desenharam-te, por vezes, escabroso!! Estonteda...dorida...caminhei no nosso encontro sem horas marcadas.
_ Era preciso cuidar do sorriso, manter o olhar negro, triste, terno e sorridente com vontade de quem quer mais mas já não pode.

Sinto-te as mãos, o cabelo, a pele, o cheiro.
Sinto-te a largura dos ombros e das costas.....e muitos mimos num abraço.
Sento-me no teu colo!

Este é o nosso tempo!
Assim, tão só!
Ouço a tua voz... - Boa Noite Pai!
publicado por Lucidez MSA às 12:01
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 3 de Fevereiro de 2005 às 23:38
E boa noite Anita. Que sonhes com mais palavras bonitas para dividires com quem gosta (muito) de ti...Lhito
</a>
(mailto:lhito@mail.pt)

Comentar post